Ajuste_altimetro

 
 
Tabela para Ajuste do Altímetro 
(Tabela de Conversão Hectopascal)


 
http://voetla.org/images/altimetro.jpg

O altímetro é o instrumento usado para medir alturas ou altitudes, geralmente em forma de um barômetro aneróide destinado a registrar alterações da pressão atmosférica que acompanham as variações de altitude. Como a pressão varia de modo constante, e de local para local, este instrumento é regulável. Este ajuste é feito manualmente pelo piloto, através da janela de Kollsman.

Corretamente ajustado, o piloto passa a voar com segurança. Surge então o problema: que pressão devemos inserir? A resposta para esta pergunta esta relacionada com a intenção do piloto e deve ser consoante às regras de voo no espaço sobrevoado. Antes, porém, de apresentarmos uma resposta, é necessário o conhecimento dos diversos tipos de pressão que existem, pertencentes ao “Código Q”: QFE, QNH, QFF e QNE.

QFE é a pressão num dado local. Sua definição é “a pressão da Estação (Meteorológica) ou do nível da pista”. É como pegar um barômetro nas mãos e ler a indicação do mesmo. Se tivermos uma aeronave pousada na pista e verificarmos, por exemplo, que a pressão nesse local indique 1003,2 hPa e a introduzirmos na janela de Kollsman, o altímetro passa a indicar 0ft (zero), por não existir diferença entre a pressão do local e o valor de pressão inserido no altímetro.
O contrário também se aplica: se a aeronave estiver num local qualquer e desejar saber a pressão, basta “zerar” o altímetro: o indicado na janela será a pressão no nível da pista. Este ajuste indicará altura ou altitude absoluta quando a aeronave estiver em voo, e é muito pouco utilizado no meio aeronáutico pela variação do relevo e pressão em quaisquer diferentes pontos.
QNH é a pressão da Estação ou do nível da pista reduzido ao nível do mar segundo a variação da pressão padrão –a ISA. Em outras palavras, é o QFE reduzido até o nível do mar.
Suponha que você se encontre em um aeródromo, e que a sua altitude é de 300 ft em relação ao MSL (nível médio do mar).

Considere que a pressão no local (QFE) é de 1009 hPa. Como foi dito antes, a pressão irá variar em 1hPa para cada 30 pés aproximadamente, no sentido vertical. Então, uma vez que o aeródromo está a 300ft de altitude, isso significa a uma variação de 10hPa. Se a cada 1hPa existe uma variação de 30ft, e estamos a 300ft acima do mar (que é a elevação do aeródromo), estamos com uma pressão 10hPa inferior à que está no nível do mar.

Assim, como sabemos que o QFE (pressão no local) é de 1009, sabemos que o QNH, a pressão exercida no nível de mar, será de 1019hPa. O “ajuste do altímetro” é um procedimento padrão observado nos aeródromos servidos por Torre (TWR), que informam o QNH do momento.
Quando pousada em um aeródromo, uma aeronave ajustada QNH informará em seu altímetro a própria elevação do aeródromo, e quando em voo passará a indicar a altitude, conforme o exemplo da figura.

principios altimetria (2)

Ajustes Altimétricos

O ajuste QNH é utilizado somente para operações de pouso e decolagens no Brasil, por não existirem estações meteorológicas suficientes que informem a pressão QNH sobre as diferentes regiões sobrevoadas por uma aeronave em uma navegação. Semelhante ao QNH em relação aos parâmetros de distância, mas diferente na medida de variação em pés empregada, temos o QFF, utilizada apenas para as finalidades meteorológicas.
QFF toma como referência inicial a pressão da estação ou do nível da pista, mas reduz a pressão até o nível do mar (MSL) de acordo com comportamento da atmosfera real, e não padrão (ISA). Sabemos que a constante adotada pela ISA é de 30 ft para cada hPa, mas nem sempre é assim na atmosfera real, onde vários fatores poderão influenciar nesta variação.
Para a pesquisa meteorológica, esta precisão é exigida, de modo que os resultados sejam os mais exatos possíveis. No nível do mar, as pressões QFEQNH eQFF serão iguais.

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Tropical Linhas Aereas Virtuais

Cms by phpVMS